Carregando... 

Cirurgia Robótica

O robô daVinci® é um sistema robótico utilizado pelos cirurgiões para a realização de procedimentos por via laparoscópica. São procedimentos feitos através de pequenas incisões abdominais, por onde são introduzidos uma câmera e “braços” robóticos com instrumentos cirúrgicos.

O sistema robótico daVinci® vem mudando os procedimentos cirúrgicos, com melhorias tanto para a experiência do paciente quanto dos resultados do tratamento operatório. De uma forma geral, seu uso reduz o trauma cirúrgico ao paciente por permitir que o procedimento seja feito por pequenos portais, ao invés de grandes incisões, resultando em menor tempo de recuperação, menor sangramento e menor tempo de internação hospitalar.

Os melhores resultados do uso do robô se justificam por algumas características ainda não encontradas em outros sistemas cirúrgicos. A começar pela imagem dos órgãos, que é magnificada em torno de 15 vezes, tem alta definição e é tridimensional. Além disso, os movimentos realizados pelo cirurgião são “filtrados” ao serem transmitidos aos braços robóticos, com retirada de tremores. Os instrumentos utilizados são articulados, com grande liberdade de movimento. Tais características, em conjunto, aumentam muito a precisão dos movimentos cirúrgicos e permitem que o cirurgião execute tarefas antes quase impossíveis. Portanto, por integrar um avançado sistema computadorizado com a habilidade do cirurgião, o sistema robótico daVinci® pode ajudar os médicos a vencerem várias situações desafiadoras vivenciadas em cirurgias abertas ou laparoscópicas sem uso do robô.

Atualmente, há mais de 2800 sistemas daVinci® nos Estados Unidos e 35 no Brasil, com aumento rápido deste número. A cirurgia robótica já é responsável por mais de 90% dos tratamentos cirúrgicos do câncer de próstata nos EUA e vem crescendo rapidamente no mundo todo.

Benefícios

Os maiores benefícios percebidos pelos cirurgiões, ao utilizar o daVinci®, são:

  • Maior precisão cirúrgica
  • Maior destreza na realização das tarefas
  • Maior amplitude de movimento
  • Melhor visualização do campo cirúrgico
  • Melhor acesso às estruturas do corpo
  • Melhor ergonomia

Os maiores benefícios aos pacientes são:

  • Menos dor pós-operatória
  • Menor perda sanguínea e menor risco de necessitar transfusão de sangue
  • Menor tempo de internação
  • Retorno mais rápido às atividades cotidianas e ao trabalho
  • Muito menos riscos relacionados a grandes incisões abdominais (hérnias, infecções)
  • Fator cosmético muito melhorado.

Além dos benefícios citados, ainda podem existir benefícios específicos para cada procedimento.

PROSTATECTOMIA ROBÓTICA

Excluindo-se o câncer de pele, o câncer de próstata é o mais comum no homem. Quando esta doença encontra-se ainda restrita à próstata, o tratamento mais realizado é a sua remoção completa, ou prostatectomia. Nos Estador Unidos, hoje (abril de 2018), mais de 90% das prostatectomias são feitas com uso do sistema daVinci®, que já existe em número maior que 2800 unidades naquele país. Praticada há quase 2 décadas, a prostatectomia robótica tem mostrado resultados cada vez melhores. Certamente é o procedimento no qual a utilização do robô tenha tido maior impacto. O uso do daVinci® permite dissecção mais delicada e precisa da próstata, possibilitando maior segurança na preservação dos nervos envolvidos na ereção e dos músculos que controlam a micção, o que pode resultar em ótimas taxas de preservação da potência sexual e continência urinária.

Em comparação à cirurgia aberta, os benefícios da prostatectomia robótica são:

  • Visualização apurada, com imagem em alta definição, tridimensional e com ampliação de até 15 vezes
  • Melhor detalhamento da anatomia
  • Uso de pequenas incisões (são 5 pequenas incisões de aproximadamente 1cm )
  • Retorno mais rápido às atividades diárias
  • Menor tempo de internação
  • Menor perda de sangue e menor necessidade de transfusão
  • Menos dor pós-operatória

NEFRECTOMIA ROBÓTICA

A cura do câncer renal só pode ser alcançada através de cirurgia para retirada do tumor. Tais tumores podem ser tratados pela retirada de todo rim ou de parte dele, a depender do tamanho e localização da lesão. Por várias décadas, eram procedimentos realizados com grandes incisões abdominais. Hoje, idealmente, são procedimentos realizados por via laparoscópica, sendo que o sistema robótico pode ser utilizado. Com o uso do robô, tumores antes tratados com a retirada de todo rim, agora, podem ser removidos isoladamente, sem a retirada de todo o órgão. Além de permitir a preservação de rins que antes seriam retirados completamente, o uso do robô o faz através de menores incisões, com menos sangramento, menos dor pós-operatória, menor tempo de internação e retorno mais rápido às atividades diárias

PIELOPLASTIA ROBÓTICA

Trata-se de procedimento para correção do estreitamento da junção ureteropiélica, ou seja, do local de saída da urina do rim. Pelo procedimento cirúrgico é possível a ressecção da área afetada e a reconstrução da região saudável. A vantagem do procedimento robótico consiste justamente em permitir uma melhor visualização, além de conferir ao médico maior delicadeza de movimentos. A cirurgia é realizada através de 3 ou 4 pequenas incisões no abdome, tem duração aproximada de 2 horas e um ou dois dias de internação.

Para o paciente, os benefícios da cirurgia robótica são a redução dos riscos de infecção, menor tempo de hospitalização, retorno mais rápido às atividades cotidianas, a redução da dor no pós-operatório e um melhor resultado estético.

ADRENALECTOMIA ROBÓTICA

A adrenalectomia é o procedimento cirúrgico para a retirada de uma ou ambas glândulas adrenais, localizadas acima dos rins. É importante destacar que estas glândulas são responsáveis pela síntese de alguns hormônios que controlam a pressão arterial, glicemia e alguns hormônios sexuais.

O tratamento cirúrgico robótico confere grandes vantagens ao paciente, uma vez que é uma cirurgia menos invasiva do que o procedimento aberto e mais precisa do que a laparoscopia sem uso do robô. A cirurgia é realizada através de 3 ou 4 pequenas incisões (1cm), por onde são introduzidos os “braços” robóticos. Tem duração média de 90 minutos e um ou dois dias de internação. O paciente terá um pós-operatório melhor, com menos dor e poderá retornar às suas atividades normais mais rapidamente. Além disso, existe um ganho estético devido à redução das cicatrizes

CONTATO

Entre em contato com a gente preenchendo o formulário abaixo.